Visualizações: 8


19/09/2019 às 10:14:26
Witzel defende fim da visita íntima para presos: "Tem que perder a liberdade sexual"

O Governo do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) defendeu o fim da visita íntima para presidiários no 1º Encontro Nacional de Diretores de Departamentos de Homicídios.
créditos: O Globo
Na mesma ocasião Witzel também afirmou existir um déficit nacional de 300 mil vagas nos presídios e defendeu um aumento no tempo máximo de prisão, que, segundo seu entendimento, deveria ser de 50 anos, informa o Globo.

“A pena para criminosos do crime organizado não pode ser 35 anos, tem que ser 50 anos. O sistema que ele tem que ficar preso não pode ter visita íntima. Perdeu a liberdade? Tem que perder a liberdade sexual. Onde é que nós estamos com a cabeça? Você tira a liberdade do sujeito, mas não tira a liberdade sexual dele. O que que é isso? Perdeu sim”, disse o governador.


COLUNISTA
Jardel Viana
COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA






Receba Novidades

Cadastre seu e-mail e fique por dentro





CATEGORIAS




EQUIPE GEM'S

Listar Todos





PEDIDO MUSICAL




Sua Foto

Campo Obrigatório